Iwan - CRECI 89.485

Especialista em transações de venda
e compra de imóveis residenciais

Iwan - Corretor de Imóveis

12 99719-7067

contato@novasaojose.com.br

Setor da construção civil se organiza para retomada nas vendas

Após um ano difícil para o setor da construção civil no país, 2017 deve representar o início da retomada nas vendas e nos lançamentos. Mas tudo depende, claro, do desenrolar das crises política e econômica nos próximos meses, segundo especialistas.
 
Como explica Luiz Antonio França, presidente da Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), a recuperação do setor está ligada, principalmente, a três fatores: redução de taxas de juros, baixo nível de desemprego e marcos regulatórios adequados.
 
Esses fatores afetam tanto a confiança do consumidor, que estará mais disposto a investir em imóveis, quanto a das incorporadoras, que terão menos riscos de prejuízo.
 
Para França, porém, ainda há um bom caminho até que essas condições ideais sejam realidade. "Isso não quer dizer que 2017 será um ano morto, mas a melhora deve vir mesmo em 2018", diz ele.
 
O número de novos empreendimentos, por exemplo, não deve aumentar muito em relação a 2016, quando foram lançadas 69.800 unidades, 9% a mais do que em 2015, segundo dados da Abrainc.
 
Em vez disso, a previsão é de que ocorram mais vendas de estoques, afirma Pedro Fernandes, presidente da ABMI (Associação Brasileira do Mercado Imobiliário).
 
Grande parte dessas unidades disponíveis são fruto de distratos, quando o consumidor desiste da compra de um imóvel, tema que ainda não foi regulamentado pelo governo e gera muitas disputas judiciais a respeito dos valores de ressarcimento.
 
Segundo levantamento da Abrainc, foram devolvidas 44.200 unidades em 2016, queda de 7,1% em comparação com 2015. "O distrato é um grande problema, porque a sustentabilidade do mercado depende da segurança de empreendedores", afirma o presidente da associação.
 
A má notícia para os consumidores é que, com a redução de unidades disponíveis, os valores dos imóveis devem crescer. "Mas de forma tímida. Os preços devem aumentar mais a médio prazo", observa Fernandes.
 
Fonte: Folha de São Paulo online
 

Data: 23/08/2016

2008 - 2015 • Nova São José | Todos os direitos reservados
Centro Com. Aquarius Center, Sala 4, Av. Cassiano Ricardo, 521 - Jd. Aquarius
CEP: 12.246-870 - São José dos Campos, SP
Telefone: (12) 99719-7067 | E-mail: contato@novasaojose.com.br
Sites&Cia - Desenvolvimento Web